Jump to content

UMIDADE X PAPÉIS - Impressão, Impressoras, Sublimação, Transfer, Estufa, Desumidificadora, Umidificador etc


Recommended Posts

  • Administrators

Este artigo tem como objeto explicar sobre a umidade, de uma maneira compreensível para as pessoas que não tenham grandes conhecimentos de física, com relação aos papéis, impressão, impressoras, sublimação, transfer etc.

O papel é composto, quase na sua totalidade por celulose, componente vegetal extraído da madeira, que possui características higroscópicas. A higroscopia é definida como a propriedade que certos materiais possuem em absorver a água proveniente da umidade ambiente.
 

Todo o papel é fabricado com um conteúdo de umidade o qual pode estar mais seco ou mais úmido. Durante o manuseio do papel, são necessários cuidados quanto à exposição do papel a umidade relativa do ambiente, e todo papel, seja bobina ou folhas, pode absorver a umidade relativa do ambiente.

 

– Todo papel, ao ser recebido, deve ser ambientado no local de utilização por um período de 24 a 48 horas. Condições diferentes de temperatura e umidade relativa do ar em ambientes diferentes tais como: estoque do fornecedor, estoque na gráfica, caminhão de transporte do fornecedor ao cliente, por exemplo, podem gerar choques térmicos, absorção ou perda de umidade causando problemas como rugas, ondulações, encanoamento, fuga de registro de impressão entre outros.

– Abrir as embalagens do papel somente no momento da utilização do papel. Todo papel que sobrar e não for utilizado de imediato deverá ser reembalado para proteção contra exposição à umidade.

– As condições ideais para estocagem e trabalho com o papel são:

Temperatura entre 20 e 25 °C.

Umidade relativa do ambiente entre 45 e 60 %.

Não é somente a umidade relativa do ambiente elevada que afeta o bom desempenho do papel. Ambientes extremamente secos também podem gerar problemas, tais como:

Encanoamento – As fibras perdem umidade para o ambiente tendendo a contrair, gerando o encurvamento do papel.

Estática – Quanto mais seco o ambiente maior será a tendência para formação de eletricidade estática que causará embolamentos e pilhas mal batidas durante a utilização.

Quebra no vinco – Papéis de gramaturas mais elevadas (acima de 150 g/m²) possuem tendência de rasgar nas dobras devido à perda de umidade do papel.
 

Para os casos de ambientes secos, a umidificação do ambiente e a instalação de barras antiestáticas (quando o problema for estática), são recomendadas.

Portanto, quando for utilizar o papel esteja atento, os cuidados aqui apresentados, com certeza, ajudarão a reduzir perdas e transtornos nos processos.

A "estufa/desumidificadora" é uma opção para se manter o papel no ponto ideal para uso, mas varia de cada ambiente, deve fazer testes para se obter o melhor resultado em cada caso.

 

SAIBA MAIS SOBRE A UMIDADE

A umidade é o vapor d’água existente na atmosfera e que está em suspensão no ar, e esse vapor de água vem da evaporação de lagos, rios, mares, piscinas, produtos com umidade etc.

O vapor de água se mede em gramas por kg de ar, e o volume de um kg de ar depende da quantidade de água em suspensão, mas sempre é pouco menos que um metro cúbico, por isso, quando nós falarmos de gramas de água para kg de ar arredondaremos e vamos pensar em gramas de água para metro cúbico de ar. Cada kg de ar pode conter uma quantidade limitada de gramas de água dependendo da temperatura.

Quanto maior for a temperatura do ar, maior será a quantidade de água que a mesma poderá conter. Por exemplo: o ar com 10°C contém aproximadamente 7,8 gramas de água para 1kg de ar e o ar com 25°C, contem  20 gramas de água para 1kg de ar.

A água é composta  por átomos de hidrogênio e átomos de oxigênio, quando eles se unem dois átomos de hidrogênio com um de oxigênio forma uma molécula de água.   
Os átomos de hidrogênio estão soltos no ar, ou formando moléculas quando eles estão conectados com átomos de oxigênio.
- Quando o ar esquenta, as ligações que formam as moléculas de água se separam, e deixam de ser vapor d’água, a quantidade de moléculas que evaporam está em função com o aumento da temperatura e é controlado pela pressão que formam os átomos liberados.   
- Quando o ar se esfria, abaixa a pressão interna do ar e os átomos se transformam em  moléculas novamente.   
- Quando todos os átomos de hidrogênio existentes no ar estão conectados com átomos de oxigênio, serão formadas todas as possíveis moléculas de água, donde a umidade relativa do ar será de 100%, esta situação é chamada ponto de saturação ou ponto de orvalho.
- Quando a metade dos átomos de hidrogênio existentes no ar conectados com átomos de oxigênio, será formada a metade das possíveis moléculas de água, então a umidade relativa do ar é de 50%.


UMIDADE RELATIVA
É a relação entre a quantidade de água existente em forma de vapor d’água e a quantidade de água que existiria se todas as moléculas estivessem formadas.   

Quando o ar tem uma baixa porcentagem de umidade (ar seco)  fica ávido por umidade e tende a obter água dos elementos que o circundam. Por exemplo: um secador de mãos ou de cabelo consiste simplesmente em uma resistência elétrica que aquece o ar, por conseqüência, se decompõe as moléculas de água e o ar resulta mais seco, então o ar tende a tirar água das mãos ou dos cabelos que colocamos ao seu alcance, e portanto se seca.  Da mesma maneira um ar seco levará água de qualquer outro elemento que contém um nível de umidade superior a ele. Esta troca de umidade enriquece ao ar e seca os elementos expostos, queira ou não.   

Contrariamente, se o ar tem uma porcentagem alta de umidade (ar úmido) terá então a habilidade para doar água aos elementos que estão então mais secos.   

Se o ar alcança seu ponto de saturação (100% de umidade) e continua esfriando, então acontece a condensação da água, é quando a água fica perceptível aos nossos olhos, é o orvalho que nós vemos nas plantas depois de uma noite fria, ou a água que molha as paredes de um copo que contém um liquido resfriado, assim como a própria chuva.  


IMPORTANTE

Para a compreensão deste artigo será muito útil analisarmos o diagrama Psicométrico de Mollier. 

moillera.jpg
 

Vamos explicar um exemplo:

Trata-se de uma síntese do diagrama  Psicrométrico de Mollier, é um documento científico e ilustra a evolução da umidade e da temperatura em todos seus pontos; neste diagrama que nós abreviamos para ser mais compreensível, as linhas horizontais correspondem ao conteúdo de água em gramas e vai de 0 a 28 gramas por kg de ar, as linhas verticais correspondem às temperaturas e vai de -18°C a +53°C e as linhas curvadas correspondem à porcentagem de umidade relativa e eles vão de 10% a 100%.   

  

Vemos no exemplo a linha vermelha:   

Um kg de ar que se encontra a 37°C e 50% de umidade (ponto "A"), observamos seguindo a linha horizontal que contém 20 gramas de água  (Sendo que 10 gramas estão em forma de moléculas e os outros 10 gramas em forma de átomos),  se nós esfriarmos, continuaremos na mesma de linha horizontal ao lado esquerdo e veremos que cruzamos as linhas curvadas de umidade cada vez mais elevada, isto indica que está sendo formado moléculas de água progressivamente, de forma que ao chegar em 25°C (ponto " B ") nós chegamos a curva que corresponde a 100% de umidade, quer dizer que,  que se formaram todas possíveis as moléculas de água e o conteúdo liquido será de 20 gramas de água em forma de vapor d’água. Se continuarmos esfriando este ar, nós continuaremos para a linha curvada de saturação, então, se formará a condensação da água, isto é, a separação da água do ar, esta separação será progressiva, se esfriarmos mais o ar, de forma que ao chegar às 14°C (ponto " C ") terá separado 10 gramas de água e os outros 10 gramas se condensará. A umidade relativa continuará o ser desde de 100% se continuarmos a resfriar mais o ar a partir do ponto de saturação somente ira traduzir em eliminação de água. Se agora elevarmos a temperatura do kg de ar seguindo a linha horizontal a direita, as moléculas da água restantes irão separando e deixando de ser água, até o ponto que ao chegar às 25°C (ponto "D "),  observe que este ponto cruza com a linha curvada que corresponde a 50% de umidade relativa, se nós continuarmos o aquecimento o ar até os 37°C (ponto “E”), temperatura que nós tivemos inicialmente, estará entre as linhas curvadas que correspondem a 20% e 30%, isto é aproximadamente 25% de umidade relativa.   

  

Conclusão:   

- Quando o ar esquenta, a umidade relativa diminui.   

- Quando o ar esfria, a umidade relativa aumenta.   

- Quando o ar esfria abaixo o ponto de saturação, a água condensa e é eliminado o excedente tornando o ar mais seco.  

    

Existe a crença que no verão há menos água em suspensão no ar que no inverno, realmente, no verão nós sentimos que o ambiente é muito mais seco que no inverno. A terra, as plantas, as roupas que são estendidas secam mais rápido etc., porém como nós vimos na explicação anterior que simplesmente o aumento da temperatura as moléculas de água se decompõem resultando em uma umidade mais baixa, se bem que os átomos de hidrogênio permanecem no ar. Esta situação de pouca umidade relativa do ar faz que absorva toda a água que se encontra ao seu alcance e como conseqüência seca, mas o real conteúdo de água é consideravelmente alto.

 

Vamos ver no diagrama da figura 1 (ponto I) com  47°C de temperatura e 20 gramas de água para Kg. de ar, nós teremos  só 30% de umidade relativa.    

Quando se abaixa a ação do sol e nos transportamos para o inverno a temperatura vai abaixando a umidade e vai subindo e pronto nos encontrarmos na curva de vapor saturado o ponto de orvalho ( 100% de umidade), neste ponto, como se havia comentado que a água se condensa e se elimina permanentemente do ar, molhando tudo especialmente as partes mais sensíveis a temperatura, como por exemplo as plantas. Desta forma podemos ver no diagrama da figura 1 ( ponto "J") como que com 4 ºC e 4 gramas de água por kg de ar, resulta em uma umidade de 80%.
 

Fontes:
http://www.cycloar.ind.br/agricola/umidade.htm
http://www.santamaria.ind.br/papel-x-umidade/

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Loading...
×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Policies.